Macarrão com Sálvia

25/10/2011 12:00

 

Macarrão com sálvia

 
 
Essa é uma daquelas receitas de preparo simples e de efeito surpreendente. A etapa mais "difícil" do prato é preparar o macarrão - aqui, não vale macarrão instantâneo, o trabalho é pouco pero no mucho.
 
O tipo de macarrão fica a gosto do freguês, mas, como o molho é bem líquido, as massas longas como o espaguete e o talharim casam melhor. O segredo de se conseguir fazer uma massa no ponto é...fazer! Com a prática, o aprendiz de cozinheiro passa a perceber o tempo exato que a massa deve ficar na fervura para não ficar dura nem cozinhar demais. Até chegar à perfeição, é altamente recomendável testar (comer mesmo um pouco da massa) até achar que o macarrão está firme, mas não duro. O risco é de se perder a fome para o almoço/jantar. Calma nessa hora.
 
Lembre-se de tirar o macarrão do fogo antes de ficar al dente, pois a massa ainda cozinhará um pouco depois de retirada da panela. É sutil, é tenso.
 
Uma coisa é certa: macarrão soltinho é aquele cozido em muita água. Os entendidos recomendam ferver 1 litro de água para cada 100g de massa. São 5 litros de água para um pacote de macarrão de 500g. Oi? Seguindo ou não piamente essa dica, tire sua conclusão.
 
Também sou adepta de colocar um fio de óleo e sal após a água ferver e antes de jogar o macarrão na panela, assim como escorro a massa debaixo da torneira de água fria. Certo, errado? Assim como Chicó, só sei que foi assim.
 
O primeiro passo da receita é cozinhar o macarrão. Fiz 250g de espaguete, que alimentou bem duas pessoas famintas. Reserve a massa cozida.
 
Em uma panela, em fogo médio, junte 3/4 de xícara de azeite do bom, 1 colher de sopa de margarina e 1 xícara de folhas frescas de sálvia. Eu não tinha tudo isso de sálvia, coloquei o que eu tinha e ficou bem bom. "Frite" a sálvia no óleo por cerca de 1 min, 1 min e meio, até perceber que as folhas estão desidratadas, mas antes que elas escureçam. Não tire o olho da panela, as folhas estão lá verdinhas, bonitonas, você pisca e elas já começaram a escurecer. Quase queimei as minhas.
 
Abaixe o fogo e junte à panela o macarrão cozido, incorporando bem o molho à massa. Sim, está pronto. O sabor fica incrível.
 
 
Para acompanhar, salada de rúcula e tomate (Débora, que além de ser ótima para molhos, é ótima para saladas também) temperada com manjericão fresco e um pouco de azeite. Abaixo o sal nas saladas, não precisa.
 
Os entendidos dizem que 100g de massa é a quantidade suficiente para 1 pessoa, logo um pacote de macarrão de 500g servem 5 cabeças. Os entendidos não devem conhecer algumas pessoas que eu conheço.
 
FONTE>   http://casacoisasesabores.blogspot.com/2011/02/macarrao-com-salvia.html